top of page

The allegedly happy quest to happiness

We seek it. Desperately. By all means. And at times, regardless of our core values. Regardless of the cost. To ourselves, others and our beloved Mother Earth. A quest someone once upon a time stated, it was the meaning of life, the purpose, the destination. That once achieved, it would sustain itself. And so, because we deserve it, we would be forever happy .

I say we were wronged. And i add that, we ought to gain insight and awareness that truth is not what we wish for, but what is. And wether we chose to believe we may reach this blissful permanent state or whether we believe it not, we ought to be truthful to ourselves.

Happy, is the one who truthfully forgives. The one with an abundant heart to truthfully share. An abundant heart to truthfully love. He, who is truthfully grateful.

Happy is the one who finds joy in the extraordinary song of the bird, he who finds preciousness in the deep breathing of the cat, awesomeness in the rays of gold as the sun rises.

Happy is the one who kisses and knows what a kiss is made of.

Happy is the one who knows peace for being truthful.

~~ Ana~~




A alegadamente feliz procura da felicidade

Nós a buscamos. Desesperadamente. Por todos os meios. E às vezes, independentemente dos nossos valores fundamentais. Independentemente do custo. A nós mesmos, aos outros e à nossa amada Mãe Terra. Uma busca que alguém afirmou certa vez, era o sentido da vida, o propósito, o destino. Que isso, uma vez alcançado, se sustentaria. E assim, porque merecemos, seríamos eternamente felizes.

Eu digo que fomos enganados. E eu adiciono que devemos ganhar insight e consciência de que a verdade não é o que desejamos, mas o que é. E se escolhemos acreditar que podemos alcançar esse estado permanente de felicidade ou se não acreditamos, devemos ser verdadeiros com nós mesmos.

Feliz, é aquele que perdoa de verdade. Aquele com um coração abundante para compartilhar com verdade. Um coração abundante para amar verdadeiramente. Ele, que é verdadeiramente grato.

Feliz é aquele que encontra alegria no canto extraordinário do pássaro, aquele que encontra preciosidade na respiração profunda do gato, grandiosidade nos raios de ouro ao nascer do sol.

Feliz é aquele que beija e sabe do que é feito um beijo.

Feliz é aquele que conhece a paz por ser verdadeiro.

~~ Ana~~


Comentários


bottom of page