top of page

Perturbado~Ser ou não Ser

Nós somos capazes de apontar um comportamento noutra pessoa, mas incapazes de ver exactamente o mesmo comportamento em nós mesmos. Como vamos nós crescer? Ter uma mente crítica, especialmente de nós mesmos, ainda que de forma constructiva, é uma ferramenta poderosa. No entanto, temos dificuldade em olhar para dentro, pois isso exigiria mudança. E a mudança pode ser muito assustadora. Mas temer a mudança e recusar a mudar não apenas crenças limitantes, mas também padrões de comportamento e até valores, é algo perturbador.

Assumir ou considerar que alguém está neste planeta para passar por uma vida inteira de permanência individual, onde e quando tudo ao nosso redor é impermanência, é igualmente perturbador. Não só vamos mudar, impreterivelmente, como devemos isso a nós mesmos e aos outros.

Se sabemos que somos uma colecção de opiniões, julgamentos e critérios dos outros desde tenra idade, como é que não queremos distorcer isto? Quem pensaria em limpar o pó antes de varrer? Muitos de nós.

Muitas vezes parecemos e sentimo~nos completamente desconhecidos para nós mesmos e devemos prestar verdadeira atenção a isso. Ser perturbado é opcional.

~~ Ana ~~



Deranged -To be or not to be

We are able to point a behaviour on another person but unable to see the exact same behaviour in ourselves. How is one to grow? To have a critical mind, specially of self, if in a constructive way, is a powerful tool. However, we have a hard time looking inward, for that would require change. And change can be very scary. But fearing change and to refuse to endeavour in changing not only limiting beliefs, patterns of behaviour, and even values is a deranging thing.

To assume or consider that one is on this planet to go through a lifetime of individual permanence, where and when everything around us is impermanence, is also deranged. Not only will we change, regardless, we also owe that to ourselves and others.

If we know ourselves to be a collection of opinions, judgements and criteria from others, from an early age, how is that we do not wish to twist this around? Who would think of dusting before sweeping? Many of us.

A lot of the time we seem and we feel to be completely unknown to ourselves and we should pay true attention to this. To be deranged is optional.

~~ Ana ~~

コメント


bottom of page