top of page

A nossa fonte de força

Um dia destes perguntei a uma amiga “De onde vem a tua força? Quando sentes que não há mais força em ti, qual é a tua fonte de força?” ao que ela respondeu “A mesma que a tua”.

Não sei se as mulheres têm uma fonte diferente dos homens, ou se as mães têm uma fonte diferente das outras mulheres, ou se as pessoas que escolhem o trabalho têm outra. A verdade é que quando sinto que cheguei ao fundo e não posso mais me mover, fazer ou pensar, a força brota de algum lugar e eu sigo em frente com o que estou a fazer.

Os nossos corpos têm limites poderosos. Esticamos a corda como se estivesse prestes a se romper e ainda assim... e ainda assim... há sempre mais espaço para esticar.

Qualquer que seja a fonte da nossa força, convido~nos a não abusar dela. A encontrar e conhecer um momento em que devemos respirar, descansar, uma mão carinhosa no peito. Pois quando persistimos em esgotar o corpo, as nossas emoções ficam descontroladas e a doença pode vir para fazer uma declaração. Devemos parar, ainda que a fonte de força possa ser infinita.

~~ Ana ~~




Our source of strength

One of these days I asked a friend “Where does your strength stem from? When you feel there is none left in you, what is your source of strength?”, to which she responded “The same as yours”.

I do not know if women have a different source from men, or if mothers have a different source from other women, or if people who choose work have another. The truth is that when I feel I reached bottom and I cannot move or do or think no more, strength springs from somewhere and I move on with what I am doing.

Our bodies have powerful thresholds. We stretch the rope as if it is about to break and yet…and yet… there is always more room to stretch.

Whichever the source of our strength, I invite us to not abuse it. To find and know a time when we ought to take a breath, to take a rest, a caring hand on the chest. For when we persist on exhausting the body, our emotions run amok, and illness can come to make a statement.

We must stop, even though the source of strength may be endless.

~~ Ana ~~



Comments


bottom of page